Postado: / por Larissa Santos / em Blog

Adeus, Série B. Rumo a Série A!

Definidas as favelas classificadas para o estadual da Taça das Favelas São Paulo 2024

No último sábado (04), chegou ao fim a série B da Taça das Favelas São Paulo, segunda divisão da competição, uma via de acesso ao grupo de elite. Foi no campo da Vila Guarani, zona sul da capital, que os últimos confrontos fecharam a lista de classificados do torneio organizado pela Central Única das Favelas (CUFA) e produzido pela InFavela.

Ao longo da competição, 43 favelas disputaram 16 vagas, uma corrida que rendeu jogos de alto nível. Na categoria feminina, o caminho para a vitória não permitia erros. Favelas Morro Doce, Cidade Líder, Pq Regina, Complexo Pedreira e Tribo passaram pelo sistema mata-mata em jogo único e conquistaram a classificação.

Para se unirem as 5 favelas do feminino, os garotos trilharam um caminho diferente, a fase de grupos. Das 33 favelas divididas em 11 grupos, apenas as primeiras colocadas de cada um avançariam para a série A. Na última rodada, Favela do Mutirão e Jd Colombo precisavam vencer para garantirem a classificação, e assim fizeram. Com placares de Favela Mutirão 2×1 Favela Rubilene e Jd Colombo 2×0 Favela Iguaçu (Ilha), as equipes atingiram o objetivo.

Favelas Sete Campos e Vila Albertina seguraram o empate e carimbaram o passaporte. Isto porque, ao vencerem o primeiro confronto, passaram a levar vantagem no saldo de gols, o que as fez permanecerem na liderança de seus grupos. Aliás, o saldo também decidiu a classificação no grupo 9, já que todas favelas ganharam um jogo e perderam o outro, mas Jd Independência passou pelo maior placar ao vencer, 2×0.

E claro, houve favelas que se mostraram muito entrosadas, que se impuseram diante o adversário, conseguindo a vitória nas duas partidas. São elas: Favela Santa Inês, Vila Rubi, Nhocuné, Favela do 12, Teotônio Vilela e Cidade Nova.

Toda competição tem seus destaques. Breno Miranda da Favela Teleatlas mostrou que tem estrela e comandou a artilharia do masculino com 5 gols. Kamila Nascimento do Santa Inês, Luana Santana do Complexo Pedreira e Maria Vitória do Morro Doce empataram na artilharia feminina, 2 gols cada. Ainda com elas, o melhor ataque ficou para Favela da Tribo, 5 gols, e na parte defensiva, sem levar gols, Pq Vila Regina, Cidade Líder, Complexo Pedreira e Favela da Tribo. Do lado masculino, Complexo Nhocuné marcou 9 gols, configurando o melhor ataque da competição, enquanto Favela Cidade Nova, Teotônio Vilela, Vila Albertina e Caveirinhas tiveram a melhor defesa e saíram ilesos.

Agora, as favelas classificadas seguem para série A da Taça das Favelas São Paulo 2024, que tem caráter estadual, isto é, favelas da capital, interior e litoral paulista disputando o troféu, o lugar mais alto no pódio do maior campeonato entre favelas do mundo, previsto para iniciar em junho.