Postado: / por Larissa Santos / em Blog

Taça das Favelas 2023 é lançada oficialmente em São Paulo

Cerimônia aconteceu no Museu do Futebol, com apresentação de Hélio de la Peña e Simone Sampaio, e presença do prefeito Ricardo Nunes e autoridades

A Taça das Favelas São Paulo 2023 foi lançada oficialmente no fim da manhã desta segunda-feira, dia 26 de junho, em cerimônia no auditório do Museu do Futebol, no interior do Estádio do Pacaembu.

O evento marcou a abertura da terceira edição do torneio organizado pela Central Única das Favelas (CUFA) e produzido pela InFavela, e contou com um auditório do local lotado.

O dia que abriu oficialmente a edição de 2023 do maior campeonato de futebol entre favelas do mundo em São Paulo, foi prestigiada pelo prefeito da capital Ricardo Nunes, além dos secretários Aline Torres (Cultura), Cacá Vianna (Esportes), Carlos Bezerra (Assistência e Desenvolvimento Social), Marcelo Arruda (Gestão) e Rodolfo Marinho (Turismo).

Técnicos, jogadores e lideranças das 104 favelas masculinas e 40 femininas participantes da Série A do projeto também estiveram presentes na cerimônia que contou com a apresentação de atores Hélio de La Peña e Simone Sampaio.

Simone Sampaio e Hélio de La Peña  – Foto: IDM Produções

“A CUFA existe para dar oportunidades para salvar vidas. A Taça das Favelas mostra a história de vida e a superação desses jovens, e também mostra que a festa é da favela. O significado da favela é de luta e resistência, a gente batalhou muito para realizar essa competição para São Paulo e é muito bom ver, depois de quatro anos, o tamanho do sucesso atingido”, celebrou Marcivan Barreto, presidente da CUFA São Paulo.

O prefeito de São Paulo destacou as oportunidades que o maior campeonato de futebol entre favelas proporciona e a visibilidade que tem, “A gente ver tanto sonhos desses jovens sendo realizados, mostra que só precisamos de oportunidades. E poder ter esse nome Taça das Favelas com espaço na Globo é muito importante. Outra coisa legal do projeto é que tem categorias masculina e feminina. Enfim, esse ano vai ser uma baita de uma Taça e a gente vai estar lá junto de novo”, destacou o prefeito Ricardo Nunes.

Marcivan Barreto e Ricardo Nunes – Foto: IDM Produções

A Taça das Favelas mobiliza, anualmente, mais de meio milhão de jovens em todo o Brasil. Na categoria masculina, a idade é de 14 a 17 anos, enquanto na feminina, a idade é ilimitada. Na edição paulista da Taça deste ano, as favelas serão separadas por grupos, na primeira fase.

A Taça das Favelas São Paulo 2023 tem patrocínio master de Bet Nacional, Enel e Friboi; patrocínio ouro de Vai Voando; prata de Assaí e Camil; bronze de Ambev, Comunidade Door e VR; apoio de FSB Comunicação, Grupo R1, DFM Advocacia e Sheraton; promoção de TV Globo e Eletromídia, e parceria institucional de Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME) e Museu do Futebol.

 

Celso Athayde em entrevista a TV Brasil – Foto: IDM Produções
Foto: IDM Produções
Auditório Museu do Futebol – Foto: PH Produções
Secretários municipais de São Paulo: Aline Torres (Cultura), Cacá Vianna (Esportes), Rodolfo Marinho (Turismo), Carlos Bezerra (Assistência e Desenvolvimento Social), Marcelo Arruda (Gestão) – Foto: divulgação
Foto: IDM Produções
Produtores Taça das Favelas São Paulo – Geovana Borges, Larissa Santos, Andressa Andrade, Anderson Maciel, Jessica Ferreira, Rebecca Rezende, Sanmara Forte, Joyce Fernandes, Carla Silva, Lidiane Rocha e  Milena de Souza – Foto: divulgação
Foto: PH Produções
Parceiros Assaí Atacadista: Foto: PH Produções
Celso Athayde com parceiros – Foto: PH Produções
Lideranças Favelas- Foto: PH Produções