Postado: / por Larissa Santos / em Blog

TAÇA DAS FAVELAS AGITA A ARENA HELIÓPOLIS/ADIDAS COM TEMPO NUBLADO E “CHUVA DE GOLS”

Goleadas e hat-tricks definiram o final de semana da zona sul de São Paulo

Por Caio Sampaio*, Hiorran Rafael*, Diego Silva*, Michel Henrique*

A Taça das Favelas, o maior campeonato entre favelas do mundo, realizado pela CUFA e produzido pela InFavela, teve seu primeiro final de semana de pura emoção na Arena Heliópolis/Adidas, localizada na Zona Sul da capital paulistana, que já foi sede da bola oficial da Copa do Mundo do Catar. Apesar do tempo feio, o campo brilhou com os talentos das jogadoras e jogadores, e tirando o tempo nublado, a chuva de gols foi a grande protagonista do final de semana, na presença do presidente da CUFA São Paulo, Marcivan Barreto.

Marcivan Barreto. Foto: Ítalo Clicks

O pontapé inicial contou com uma disputa eletrizante entre o feminino do Iporanga e Colina. Com uma performance arrebatadora, A favela do Iporanga aplicou uma goleada de 5×1, destacando o golaço da camisa 10, Mayara Pires, que deixou a torcida em êxtase ao pegar a bola no meio de campo e finalizar com maestria, sem chances para a goleira adversária. O último gol da partida ficou a cargo de Evellyn, fechando o placar em grande estilo.

Mesmo saindo com a derrota, as irmãs gêmeas da Colina, Sabrina e Suellen, não deixaram a peteca cair e concederam uma entrevista cômica. Elas compartilharam um pouco da experiência de jogar juntas e da cobrança que enfrentam por serem irmãs e parceiras dentro de campo. “A cobrança sempre vai existir, em casa, no campo, no society. Mas acho que é porque é irmã, a cobrança é mais acirrada”, disse uma das gêmeas. A garra e determinação dessas atletas inspiram a todos e mostram que o espírito de equipe vai além dos gramados.

Foto: Divulgação

E não parou por aí. Em Vila Nascente 8×0 Figueira Grande, a imparável Fany, camisa 20, deixou quatro no placar e assumiu a artilharia do feminino. Ela marcou três em sequência, aos 11, 19 e 21 minutos do primeiro tempo, todos com a assistência de Dreew, camisa 9.  O mesmo placar da vice-campeã feminina de 2022, favela do Campanário, que chegou mostrando o porquê subiu ao pódio, com um implacável 8×0 contra a Cohab Juscelino. Destaque para a camisa 9, Iza, que fez um “hat-trick” e esbanjou talento em campo. Após o jogo, em clima descontraído, como diz a tradição ao marcar três gols, Iza pediu uma música que embalasse a vitória e escolheu “Sereia” de Orochi e Mc Ryan SP, mostrando que a música e o futebol andam de mãos dadas nesse torneio repleto de energia positiva. Aliás, o “Show do Intervalo”, um espaço para divulgação de artistas e informativos vindos das favelas participantes, teve a apresentação do cantor Grilo MV, da Vila Rubi, que agitou a arquibancada lotada da Arena Heliópolis/Adidas.

Grilo MV. Foto: Letícia Lima

Pelo masculino, na partida entre Jardim Santo André 3 x 1 Vila Rubi, o placar foi aberto por Lucas dos Santos, a camisa 9 do Jardim Santo André. Com um belo gol, ele mostrou sua habilidade e abriu caminho para sua equipe na busca pela vitória. Ainda no primeiro tempo, Kaique, camisa 7, ampliou o placar, aumentando a vantagem do Jardim Santo André e deixando a equipe mais confortável em campo. Com uma ótima atuação, a favela se mostrava determinada a conquistar os três pontos. No segundo tempo, mesmo após uma lesão que o tirou de campo por alguns minutos, Kaique voltou e mostrou sua garra ao marcar novamente, demonstrando sua importância para a equipe e consolidando sua ótima performance no jogo. No final da partida, Kauan Marinho, camisa 10 do Vila Rubi, não deixou o jogo terminar sem deixar sua marca. Reduziu o placar e marcou o último gol do confronto, mostrando a luta e persistência da equipe até o apito final.

Foto: Ítalo Clicks

Em Jardim São Pedro 3×0 Vila Prudente, a equipe do Jd. São Pedro venceu sua segunda partida e segue forte em busca da classificação. Tudo começou na primeira etapa com gol de Tawan e, no segundo tempo, Willian, Coimbra e Samir completaram o placar. Assim, a favela do Jd. São Pedro precisa de apenas um empate na última rodada para se classificar, enquanto a Vila Prudente, infelizmente, já está desclassificada.

O próximo fim de semana, dias 05 e 06 de agosto, os jogos ainda permanecem em Heliópolis e prometem muita festa, alegria e competição acirrada.

*Voluntário sob supervisão da assessoria de comunicação da CUFA

Foto: IDM Produções
Foto: Ítalo Clicks
Foto: Ítalo Clicks
Foto: Ítalo Clicks
Foto: Diego Silva
Foto: Ítalo Clicks
Foto: Ítalo Clicks
Foto: Ítalo Clicks
Foto: Ítalo Clicks
Foto: IDM Produções